ADVOGADO ESTÁ PRESO EM MATOZINHOS SUSPEITO DE CHEFIAR QUADRILHA DE ROUBO DE GADO

Reportagem: Pacheco de Souza

Um advogado de Belo Horizonte foi preso por Policiais da Delegacia de Polícia Civil de Matozinhos, na região metropolitana de Belo Horizonte, suspeito de chefiar uma quadrilha de roubo de gado em Matozinhos e na cidade de Diogo Vasconcelos no interior do Estado.

De acordo com o Delegado Luiz Bezerra Lima Neto, “o advogado faz parte de uma quadrilha que roubava gado em Matozinhos e levava para a cidade de Diogo Vasconcelos no interior do Estado de Minas, a mesma quadrilha também roubava gado no interior do estado e trazia para Matozinhos”, disse.

Ainda de acordo com o Delegado Lima Neto, os investigadores chegaram até a quadrilha após um flagrante feito em janeiro de uma pessoa que tentava comercializar gado roubado na região de Mocambeiro para um receptador. “Quando nós prendemos o acusado naquela ocasião, foi apontado o advogado como sendo o cabeça dessa quadrilha. As pessoas que furtavam o gado na fazenda eram clientes do advogado, esses clientes deviam honorários a ele e eram orientados por ele a praticar o crime”, completou.

Após uma minuciosa investigação feita pela equipe de investigadores da delegacia, foi solicitado um mandado de prisão do suspeito à Justiça e, o mandado foi cumprido nessa terça-feira (24) em Ribeirão das Neves onde o acusado foi localizado. O advogado Walmir Tadeu de Souza, de 49 anos, está sendo ouvido nesse momento na Delegacia de Polícia Civil de Matozinhos e será transferido ainda nessa noite para o Presídio local.

Um representante da OAB – Ordem dos Advogados do Brasil de Belo Horizonte esteve na Delegacia de Polícia Civil para apurar detalhes da prisão do advogado.

O inquérito Policial que apura o crime está sendo presidido pelo Delegado Dr. Luiz Bezerra Neto da Delegacia de Matozinhos, mas a prisão do suspeito contou também com o apoio da equipe chefiada pelo Delegado Marcos Vinícios, no total, cerca de 10 Policiais trabalharam no caso.

Atualização dia 24/07 as 16h20.

COMENTÁRIOS COM INSULTOS, OFENSAS E PALAVRÕES SERÃO MODERADOS

  • eliezer schrier

    Falta pegar todos os comparsas, não devem ser deixados no mercado do crime…

  • eliezer schrier

    Este vai longe,parece que foi denegado o Habeas corpus. . .Numeração única 0217308-43.2014.8.13.0000 2º instancia. Documento origem:0025124-25.2013.8.13.0411, TJMG