CASA DA BANDA DE MÚSICA “ABANDONADA” EM STº ANTº DA BARRA

População revela que prédio está fechado há meses, mato está muito alto e lote está com possível foco de dengue

Reportagem e fotos: Pacheco de Souza

Moradores denunciam abandono do prédio da Banda União Musical Carlos Gomes

Moradores denunciam abandono do prédio da Banda União Musical Carlos Gomes

Moradores do bairro de Santo Antônio da Barra, na região Sul de Pedro Leopoldo, acionaram a reportagem do Portal Mix Notícias na última semana para reclamar do abandono do prédio da Banda de Música da região, a União Musical Carlos Gomes. Segundo os moradores, o prédio está fechado há meses, o mato está muito alto e o lote está com possível foco de dengue.

A Presidente da Sociedade São Vicente de Paulo denuncia abandono do prédio. “Nós estamos sofrendo muito com esse lote sujo, com o mato muito alto e com possível foco de dengue. Tem pessoas suspeitas usando drogas nos fundos do lote e as contas de luz estão atrasadas.  Além disso, tentamos localizar a direção da Banda, porque os instrumentos pertencem à comunidade e eles estão no prédio correndo risco de serem furtados”, comentou Aparecida da Conceição Barbosa.

Lote com mato alto, fossa aberta e muito lixo no quintal.

Lote com mato alto, fossa aberta e muito lixo no quintal.

Outro morador do bairro, Geraldo Eustáquio Barbosa “Nô” desabafa, “há quase dois anos o prédio está abandonado, eu vejo que as pessoas hoje, não estão tendo responsabilidade com as coisas de faz”, criticou.

Segundo os moradores, a Banda União Musical Carlos Gomes recebeu uma verba de R$ 10 mil reais no ano passado, mas eles não sabem onde o dinheiro foi investido. “É bastante lamentável ver  esse ato de abandono da Banda. No ano passado eu estava no prédio da Receita Federal quando o Presidente da Banda, o Melquiades, estava regularizando os papeis para receber uma verba pública, dizem que essa verba veio, mas nós não vimos essa verba pública ser investida no prédio que está localizada a Banda”, questionou o morador Cléver Assunção.

Sala onde acontece as atividades da Banda está fechada há quase dois anos.

Sala onde acontece as atividades da Banda está fechada há quase dois anos.

Cléver acrescentou que a Vigilância Sanitária do Município deveria multar a instituição, “é preciso que a Banda seja autuada e multada porque do jeito que está não deve ficar. É uma vergonha para a diretoria atual, pensávamos que ia melhorar com a nova diretoria, mas pelo contrário, piorou e piorou muito”, finalizou.

O OUTRO LADO

Procurado pela nossa equipe, o Presidente da Banda revela que as contas estão em dia. “Todas as contas de luz do prédio estão quitadas, tenho na minha residência cópias de contas dos últimos dois anos que foram pagas com meu próprio dinheiro. Nós fizemos o muro em frente ao prédio, trocamos os vidros das janelas e sempre campinamos o lote, mas essa limpeza ainda não foi feita devido as chuvas”, informou Milton Melquiades da Silva.

Garrafa que serve para  acumular água jogada no quintal.

Garrafa que serve para acumular água jogada no quintal.

Ainda de acordo com Melquiades a verba questionada pelo Cléver Assunção foi aplicada em instrumentos, reformas do prédio e no acerto de um funcionário que estava com os salários atrasados há quase um ano. O presidente da Banda garantiu que amanhã (16) estará na sede da Banda pela manhã para ver a real situação do local e providenciar a limpeza.

 

 

 

 

Vacinação da gripe abril 2013 - 695 X 300

COMENTÁRIOS COM INSULTOS, OFENSAS E PALAVRÕES SERÃO MODERADOS

  • gisnaldo amorim pinto

    QUANDO DEFENDO A IDÈIA DE “CIDADE EDUCATIVA” SERÁ PARA TODOS OS ESPAÇOS, INDISTINTAMENTE… TODOS OS SEUS ESPAÇOS… HAVERIA QUE CUIDAR DA ESTRUTURA FÌSICA DO PRÈDIO DA BANDA…UM PRÉDIO NESTE ESTADO LASTIMÀVEL SOMENTE DENUNCIA CONTRA A IMPORTÂNCIA DAS BANDAS DE MÙSICA E DA CULTURA COMO VALOR HUMANO E EDUCATIVO…. UM CASO DE “ANTI-CIDADE CONTRA-EDUCATIVA”… O que me preocupa também aqui em nossa cidade são duas coisas quando temos que denunciara algo ou corrigur algo errado…

    1- Levar a questão para o lado pessoal….Algumas pessoas, em outras situações, e que não tem nada haver com os nomes dos envolvidos neste caso da BANDA DE SANTO ANTÔNIO DA BARRA, que são pessoas dignas de meu respeito, acabaram indo para a justiça a pretexto de acusações e vaidades pessoais… Ocorre, que será importante agora, é a questão do valor a ser atribuído à cultura como formadora das pessoas humanas e o investimento na BANDA. O que tem acontecido, por aqui, é darem mais valor a intrigas de justiça e a CULTURA, ESPORTES E LAZER fica DO MESMO JEITO…
    2-LEVAR A QUESTÃO PARA O LADO IDEOLÓGICO DE PÁTRIA ELEITORAL, DEPENDENDO DOS ENVOLVIDOS E DE QUEM APOIARAM NAS ELEIÇÕES …
    ASSIM.. AS COISAS AQUI NUNCA IRÃO PARA FRENTE…